Interligação

Tudo está interligado. Nossas emoções, escolhas, alimentação, ambiente e mente…  Quando pensamos em Terapia Holística isto é o que primeiro vem a mente a interligação de nós com o todo e do todo com nosso íntimo. 

Como dentro, assim fora” Carl Gustav Jung, já trazendo uma atualização de uma frase antiga de Jesus: “Assim na Terra, como no céu”; podemos e devemos aprender que tudo está interligado e nos ajudará profundamente em nossa jornada para o tal sonhado equilíbrio e felicidade. 

Acredito que na Terapia, em nossos consultórios, devemos ajudar nosso cliente a ter contato com seu íntimo, entender as frustrações e se posicionar acerca delas, de que terá adversidades, mas que a forma como ele lida com elas e as supera que ditará muito mais na vida e evolução dele como ser Humano, do que a frustração em si.

Devemos fazer o resgate do SER, sentidos e sentimentos. Ter um olhar, exatamente, o contrário do que é feito nos dias atuais dentro da “Medicina Convencional”, não deve ter padronização nos atendimentos, mas que cada caso seja analisado com características próprias e personalizado para o momento do nosso cliente. 

A evolução do pensamento humano e da própria psique proporcionam um incentivo ao próprio crescimento de quem as contempla. O caminho de crescimento é da autoconfiança, perder o medo de trilhar seu próprio caminho, pois a vida sempre será de escolhas. Retire o sofrimento das escolhas, pois para ser pleno, requer a escolha da pessoa que apresentamos aos mundo, e a pessoa que precisamos nos tornar. 

Holística é um encontro com o auto equilíbrio. Facilitando o entendimento dos aspectos mentais e o reflexo dele no nosso corpo. Nosso cliente é cuidado sobre diversas abordagens, razão pela qual o Terapeuta conhece diversas técnicas e a emprega conforme a necessidade  e/ou afinidade de seu cliente.

A Terapia Holística não é contra os métodos convencionais de tratamentos, afinal se pensamos no nosso cliente como uma pessoa única, ela deve receber todo cuidado necessário para sua evolução emocional, física e espiritual. Podemos unir forças com todas as profissionais de saúde trazendo assim um amplo cuidado com nosso cliente. 

A pessoa não precisa ser “zen” para buscar o seu autoconhecimento e ampliação da sua consciência, afinal a terapia é para todas as pessoas. Entendemos que as pessoas procuram ajuda quando estão com casos de estima comprometida com algum problema; afinal estamos, nosso país, em 2º lugar do ranking da OMS quanto a transtorno mentais: depressão, ansiedade e síndrome de pânico. 

Devemos ter um cuidado especial com a religiosidade, afinal as terapias não são religião e não tem vínculo com nenhuma; deve respeitar a crença da pessoa. Vemos muitos terapeutas trazendo a sua crença pessoal para os seus atendimentos, além de ser antiético é invasivo com a crença do seu cliente e pode ocasionar numa frustração maior a esta pessoa que está buscando um cuidado natural e inclusivo. Em resumo, espiritualidade não é religião.

Por falar em inclusivo, muitas pessoas acham caro o tratamento holístico, mas o que observo em nosso sociedade como um todo, as pessoas acham cara a saúde de modo geral. A saúde segundo a própria OMS diz respeito a “Um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade.”; levando isto em consideração TUDO que realizarmos para nos cuidar é uma busca por um estado saudável de vida. 

E isso em nada tem haver com estar doente, razão pela qual o Terapeuta Holístico em nada tem que cuidar de doença. Conhecemos como atingir diversos aspectos do nosso consultante, seja com a utilização de pêndulo, cristal, ervas, florais, óleos; enfim não importa a técnica, nossa base é a psicoterapia, ou seja entender como os aspectos mentais da pessoa se conectam com seu estado físico. 

Fora os que buscam o chamado “milagre” e “cura”, os desinformados, ou carentes de um imediatismo, um caminho que soluciona todos os aspectos negativos, sejam eles físicos ou mentais, da pessoa e automaticamente o cliente passa a não ter mais aquela doença ou problema. Nós, Terapeutas Holísticos, sabemos que isso não existe, existe sim um trabalho sério e compromissado.

Compromissado com a ética e o bem-estar, conectado com sentimentos, corpo e mente. Trabalharmos o TODO, trazer ao nosso cliente o conhecimento sobre os aspectos que carecem de atenção, identificar e reconhecer as emoções; interligando tudo e trazendo um caminho para o cliente ressignificar/acolher/mudar o que se faz necessário.

A interligação está alinhada com a autovalorização que ajudará nessas fases de analisar a jornada, escolhas e vontade. Tudo isso está fortemente ligado ao amor, pois não existe prosperidade sem um coração que deixa a energia fluir. 

A Terapia está intimamente ligada aos detalhes, intenção, propósito, gratidão, autocuidado, autoconhecimento, e principalmente com a jornada; pois tudo está interligado e devemos reconhecer estas ligações sutis. 

Fabiana Vieira

Novembro/2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *